Universidade de Música Popular abre inscrições para processo seletivo

Universidade de Música Popular abre inscrições para processo seletivo

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppEmailPrintCompartilhar

Com mestres renomados, o ensino é inteiramente gratuito

A Bituca: Universidade de Música Popular foi fundada em 2004 pelo grupo Ponto de Partida e tornou-se referência no ensino profissionalizante de música popular no Brasil. Instalada no interior de Minas Gerais, na cidade de Barbacena, a escola que retoma as suas atividades este ano, já oferece 160 vagas totalmente gratuitas, e não exige nenhum grau de escolaridade ou faixa etária específica, apenas talento.

Para o novo ciclo, que terá duração de um ano, a Universidade apresenta como novidade o curso Palavra Poética, com foco no estudo e composição de letras, que terá os mestres Eucanaã Ferraz, Noemi Jaffe e João Bandeira. Também terá os encontros de Música Avançada com o violonista Marco Pereira, o pianista Nelson Ayres e o baterista Ricardo Mosca e o workshop de Produção e Gestão de Carreira com Marcos Portinari, sócio e empresário do bandolinista Hamilton de Holanda.

Os cursos regulares são Guitarra e Violão, com o mestre Leandro do Carmo, Baixo elétrico e Acústico, com Enéias Xavier, Bateria, com Gladston Vieira, Piano e Teclado, com Felipe Moreira, Percussão, com Serginho Silva, Canto, com Andréa Amendoeira, Engenharia de Áudio e Produção Musical, com César Santos. Todos os aprendizes precisam frequentar a formação complementar que compreende: Musicalização pelo método Kodaly e Harmonia, com o húngaro Ian Guest, Percepção musical, com Felipe Moreira, Prática de conjunto, com Mauro Rodrigues, Pitágoras Silveira e Ponto de Partida, Preparação para o palco, produção e ética, com o Ponto de Partida, Improvisação e criação, com todos os mestres. Gladston Vieira, mestre de Bateria, e Pitágoras Silveira, coordenador e mestre de Prática de Conjunto, são músicos formados pela Bituca que passam a ser integrados em seu corpo docente.

Restaurada e equipada, a Escola oferece as melhores condições de estudo, pesquisa e trabalho para a formação profissional dos seus alunos. Em suas instalações, mantém ainda um estúdio de gravação com tecnologia de ponta, onde abriga aula de engenharia de áudio e produção musical, um piano de cauda para concertos e gravações, um baixo acústico e instrumentos de todos os cursos que oferece. Um salão de 180 lugares, de múltiplos usos, equipado para realização de shows, concertos, oficinas, seminários, lançamentos, exposições, exibição audiovisual; biblioteca, audioteca, sala multimedia e espaços de convivência.

As inscrições devem ser feitas até o dia 9 de julho, pelo site da Universidade ou na própria escola e são inteiramente gratuitas. A Bituca só aceita iniciantes para os cursos de baixo, percussão, piano e teclado. A seleção é feita através de audições individuais, pelos mestres, e podem ter uma segunda chamada. Para possibilitar o acesso de alunos de todo o Brasil, as aulas são semanais. 

Além dos mestres que são alguns dos melhores músicos do país, já passaram pela escola nomes como Dori Caymmi, Wagner Tiso, Hamilton de Holanda e outros artistas consagrados. A Universidade de Música Popular é patrocinada pela CEMIG e o Governo de Minas Gerais, através da Lei de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, numa parceria com a Secretaria Estadual de Cultura.

Leia também

Presidente-Executivo da AME Cultura participa da 8ª Rodada Regional do Patrimônio Cultural

 

Inscrições abertas para o Prêmio Governo Minas Gerais de Literatura

AME Cultura
Siga-nos

AME Cultura

Agência Mineira de Entretenimento
Rua Astolfo Pio | 242 | Centro | Machado – MG | 37750-000
(35) 3295-1544 | comunicacao@amecultura.com.br
AME Cultura
Siga-nos

Instagram (@amecultura)

FACEBOOK

Unable to display Facebook posts.
Show error

Error: Error validating application. Application has been deleted.
Type: OAuthException
Code: 190
Please refer to our Error Message Reference.

YOUTUBE